Processo Seletivo Ministério da Saúde

Já estão abertas as inscrições para o processo seletivo que soma 2.493 vagas para contratação imediata no Ministério da Saúde. A seleção foi autorizada pelo Planejamento por meio da portaria interministerial nº 5 de 05/01/2016, publicada no Diário Oficial da União de 6 de janeiro.

As vagas são apenas para atuação no Rio de Janeiro na divisão de gestão administrativa do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde do Estado (NERJ) e dos 2.493 postos de trabalho, 1.570 foram abertos em substituição aos profissionais que terão seus contratos vencidos no próximo mês. Assim, além da substituição, haverá um adicional de quase mil profissionais que reforçarão a assistência na rede de saúde do Rio de Janeiro, apoiando ainda um eventual crescimento da demanda por conta dos Jogos Olímpicos de 2016.

Para candidatos de nível superior são 693 vagas para Médicos em várias especialidades, 605 vagas para Enfermeiros e 341 para Analistas de Gestão Hospitalar, Apoio Técnico e Diagnóstico.

Já os profissionais de nível intermediário poderão tentar as 580 vagas para Técnico de Enfermagem e 274 vagas para Técnico de Suporte Hospitalar. Os salários de cada função não foram informados.

As inscrições ficarão abertas nos próximos 15 dias, encerrando no dia 22 de janeiro de 2016, pelo site do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (NERJ) –http://www.nerj.rj.saude.gov.br/digad e podem ser realizadas através do link disponível abaixo.

Segundo as normas da seleção, o contrato direto com a administração pública não pode ultrapassar a carga horária semanal de 60 horas, tendo no máximo dois vínculos públicos. O candidato que estiver fazendo residência médica está impedido de ser contratado, devido à carga horária estabelecida.

Dentre as regras, o candidato selecionado não pode participar de gerência ou administração (sócio-gerente/sócio-administrador) de sociedade privada, personificada ou não personificada, ou exercer o comércio, exceto na qualidade de acionista ou cotista.

A contratação temporária se dará pela lei nº 8.745/93 e terá validade pelo prazo de 6 meses, admitidas ainda prorrogações (renovações) sucessivas pelo mesmo período, observando-se o prazo máximo de 2 anos de vigência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *